Acervo

Autores

Enciclopédia Ilustrada do Choro no Séc. XIX

Henrique Alves de Mesquita

Mesquita, Henrique Alves de
  • Compositor
  • ∙ Regente
  • ∙ Organista
  • ∙ Trompetista

Criador do tango brasileiro, um dos gêneros que deram origem ao choro. Iniciou aprendizado de música aos 14 anos, época em que a polca chegava ao Rio de Janeiro. Aos 27 foi estudar composição no Conservatório de Paris, e lá permaneceu por nove anos. De volta ao Brasil, escreveu principalmente música para teatro. O tango Ali Babá, composto e editado por Mesquita em 1871, guarda forte influência da habanera. No tango característico Batuque, os elementos rítmicos que caracterizam o tango brasileiro já estão consolidados. O tango brasileiro logo passou a ser cultivado entre os maiores compositores da época, como Chiquinha Gonzaga e Ernesto Nazareth, que inclusive compôs um tango em homenagem ao maestro: Mesquitinha. O tango Batuque é a música mais conhecida de Mesquita, com gravações da Banda do Corpo de Bombeiros (Victor, 1911), da orquestra regida pelo maestro Milton Calazans com transcrição de Baptista Siqueira (Uirapuru, 1968), do conjunto Época de Ouro (Continental, 1974) e da Camerata Carioca (Funarte, 1980), com arranjo de Radamés Gnattali. Grande parte da obra de Mesquita foi editada. Entretanto, muitas de suas músicas foram encontradas nos cadernos manuscritos dos chorões. Este fato demonstra que suas composições foram tocadas não só no ambiente dos salões e dos teatros, mas também nas rodas de choro. Um ótimo exemplo é a partitura da quadrilha Soirée Brésilienne, composta quando o maestro esteve em Paris, que aparece como Soirê Brazileiro em manuscrito de Theodoro Aguilar, copista do caderno de choros que pertenceu a Alfredo da Rocha Viana (pai de Pixinguinha).

Data detalhada de nascimento

15.03.1830

Data detalhada de falecimento

12.07.1906

Fonte de pesquisa

1. VASCONCELOS, Ary. Raízes da música popular brasileira. Rio de Janeiro: Rio Fundo Editora, 1991. 2. ENCICLOPÉDIA DA MÚSICA BRASILEIRA: POPULAR, ERUDITA E FOLCLÓRICA. São Paulo: Art Editora/Publifolha, 1998. 3. SIQUEIRA, Batista. Três vultos históricos da música brasileira. Rio de Janeiro: Editora D. Araújo,1970.

Natural

Rio de Janeiro - RJ